Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

Agricultura

Produtores iniciam plantio do milho no RS

  • 20/08/2021 - 13:00
Produtores iniciam plantio do milho no RS
Djonatan Copetti/Emater/RS-Ascar

Enquanto as culturas de inverno seguem em desenvolvimento no Rio Grande do Sul, os produtores iniciam a semeadura do milho grão e se mobilizam para a compra de insumos para as lavouras de soja, como sementes e fertilizantes, além de procurarem os escritórios da Emater/RS-Ascar e as agências bancárias para o encaminhamento de projetos de custeio.

De acordo com o Informativo Conjuntural, divulgado nesta quinta-feira (19/08) pela Emater/RS-Ascar, na região de Santa Rosa a escassez de insumos tem exercido forte pressão sobre os preços. O custo da adubação de base se aproxima de R$ 4 mil/ton., e da semente, em torno de R$ 10,00 a R$ 11,00/kg. Outra questão importante é a previsão de tempo seco para o período de cultivo da soja na região.

Sobre o milho grão, a semeadura da cultura na região administrativa da Emater/RS-Ascar de Ijuí se desenvolve em ritmo muito lento, com área semeada inferior ao mesmo período na safra 2020-2021. As previsões de baixas temperaturas durante agosto, associadas à restrita umidade no solo, têm influenciado os produtores a postergar os plantios para evitar riscos de má germinação e desuniformidade no estande das plantas. As áreas a serem plantadas estão recebendo manejo químico e mecânico nas plantas de cobertura. Nas lavouras com boa palhada, antes da semeadura, os produtores distribuem a lanço o nutriente potássio.

Na Regional de Santa Rosa, a área plantada com milho grão já ultrapassa 30 mil hectares. A restante a ser semeada está dessecada, subsolada e gradeada. Nas áreas mais baixas, os produtores irão aguardar até final de agosto para o plantio, a fim de evitar a incidência de geadas tardias que prejudiquem a emergência das plantas. Nas Missões, os agricultores adotam a estratégia de parcelamento na semeadura, para que eventos de estiagem não coincidam com estádios fenológicos mais críticos ao estresse hídrico. As sementes do programa estadual Troca-Troca nos sindicatos dos Trabalhadores Rurais estão sendo retiradas pelos produtores.

Trigo 

A segunda semana de agosto trouxe chuvas de baixa intensidade, mas importantes para recompor a umidade do solo em muitas localidades, o que propiciou melhorias no desenvolvimento das plantas. Nas localidades onde que houve melhoria da umidade do solo, os produtores realizaram tratos culturais. Atualmente, 89% das lavouras de trigo estão em germinação e desenvolvimento vegetativo, 10% estão em floração e 1% em enchimento de grãos.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar