Ouça agora

REDE GAÚCHA SAT

Esportes

Inter perde para o Atlético-MG e desperdiça chance de subir na tabela do Brasileirão

Equipe mineira venceu no Beira-Rio com gol de Nathan

  • 16/06/2021 - 21:07
Inter perde para o Atlético-MG e desperdiça chance de subir na tabela do Brasileirão
Lauro Alves / Agencia RBS

Segundo jogo em casa, segundo resultado negativo. Depois de ter empatado com o Sport na estreia, o Inter foi derrotado pelo Atlético-MG nesta quarta-feira. O time, ainda sob interinato de Osmar Loss, levou um gol no primeiro minuto e, diga-se, até tentou, correu e criou, mas não teve capacidade para buscar o empate. Com o 1 a 0, terminará mais uma rodada na zona inferior da tabela do Brasileirão.

Loss repetiu a estrutura que havia vencido o Bahia, apenas com Zé Gabriel na vaga de Lucas Ribeiro (suspenso) e Moisés de volta à lateral esquerda. Na formação, Yuri Alberto ficou na extrema direita, Taison compôs a faixa central ofensiva com Thiago Galhardo. No Atlético-MG, Cuca, que não teve Nacho Fernández e Keno, optou por Nathan e Jair no meio.

O jogo nem havia começado e, por causa de um erro de Zé Gabriel,  o Atlético-MG chegou perto de abrir o placar, mas o mesmo zagueiro se recuperou. No lance seguinte, com um minuto de bola rolando, Johnny perdeu para Allan, Hulk recebeu, fez o pivô e deu para Nathan, cara a cara com Daniel, tirar do goleiro e abrir o placar.
Depois do gol, o Inter levou mais de cinco minutos para entender o que estava acontecendo. Tonto pelo toque de bola do Galo, tentava se organizar no campo. Só dos oito em diante conseguiu chegar à meta de Everson, mas sem concluir.

Aos 20, o time da casa quase empatou. Começou em uma roubada de bola no campo de ataque, Taison armou para Moisés, que cruzou. Allan cortou para trás e botou a bola a centímetros da própria meta. Nathan, aos 24, deu um susto em Daniel. Ele recebeu com espaço na entrada da área e chutou por cima.

A melhor jogada colorada saiu 11 minutos mais tarde. Verdade que começou com um erro de Taison, que conseguiu se recuperar e abrir para Patrick. Seu cruzamento encontrou Galhardo, que fez a parede e deu de calcanhar para Edenilson. O camisa 8 chutou rente à trave.

Por mais que tenha aumentado a pressão, encaixotado o Atlético-MG e criado, o Inter foi para o intervalo atrás do placar. E voltou do vestiário sem trocas. Para agravar a situação, Taison sentiu uma lesão muscular aos cinco minutos. Ele precisou sair e Mauricio entrou em seu lugar.

Aos oito, o Inter perdeu uma chance inacreditável. Réver deu um presente a Galhardo, errando um passe e deixando o centroavante frente a frente com Everson. O jogador colorado demorou, pensou, tentou driblar o goleiro e perdeu a bola para Arana.

A pressão do Inter seguia. Aos 17, Yuri, centralizado, rendendo mais, passou de calcanhar a Galhardo. O atacante cruzou e Mauricio se jogou na bola, a poucos metros da bola, mas concluiu por cima. O Atlético-MG levou perigo em um contra-ataque. Edenilson errou passe no meio do campo, Hulk arrancou, conduziu e deixou Arana em condições de bater. Seu chute, forte, rasteiro, foi defendido por Daniel.

Osmar Loss fez mais duas trocas. Saíram Galhardo e Johnny, entraram Caio Vidal e Lindoso. O Inter tentava, martelava, mas esbarrava na boa marcação do Galo. Aos 30, as últimas fichas. Cuesta se lesionou e precisou sair, entrando Dourado, improvisado como zagueiro. Ao mesmo tempo, Vinícius Mello foi chamado para o lugar de Yuri Alberto.

Vinicius Mello, em sua primeira cabeçada, até fez Everson fazer boa defesa após cobrança de escanteio. Na base do desespero, da força de vontade, o Inter até tentou atacar. Mas ficou na marcação e na frieza atleticana. A fervura aumentou ainda mais no Beira-Rio.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH