Horário sem programação!

Política

Eleito novo presidente da Famurs

  • 07/06/2022 - 22:18
Eleito novo presidente da Famurs
Foto: Guilherme Pedrotti/Famurs

A Famurs realizou nesta terça-feira (07/06) a eleição para ratificar os nomes dos indicados pelos partidos políticos que irão integrar a presidência durante a gestão 2022/2023. Com 252 votos, o prefeito de Restinga Sêca, Paulinho Salerno, foi oficialmente eleito como próximo presidente da entidade.

Na ocasião, foram contabilizados 255 votos, sendo que brancos e nulos soram três pontos. A posse da nova diretoria acontece no dia 21 de junho, durante a programação do 40º Congresso de Municípios do RS. O prefeito de Restinga Sêca foi escolhido pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para presidir a Federação até junho de 2023, com votos de prefeitos e vice-prefeitos do partido.

“Vamos trabalhar juntos para vencer e superar os desafios que irão se apresentar neste período. Mas tenho certeza de que com a união de todos nos vamos avançar. Espero contar com a colaboração de todos para fazer o melhor trabalho possível frente à entidade, sabendo das responsabilidades, representatividade e importância da Famurs, além de tudo o que ela representa para os 497 municípios gaúchos”, salientou Salerno.

O futuro presidente da entidade afirmou que quer ter uma gestão participativa, capaz de ouvir a sociedade e as administrações municipais, além de compartilhar com a Casa o formato de trabalho colaborativo que traz do seu município.

Paulinho Salerno substituirá o atual presidente, Eduardo Bonotto (PP), também prefeito de São Borja. Sua indicação obedece a um acordo firmado entre os partidos com mais prefeitos no estado. Estabelecido em 2005, o acerto determina o rodízio de legendas na direção da entidade entre 2021 e 2024. Como o MDB foi o segundo partido com maior número de prefeitos eleitos no RS em 2020, obteve o direito de escolher o presidente da Famurs em 2022. Os próximos partidos a indicarem um nome para direção da entidade são o PDT e o PTB.

Com 252 votos, prefeito de Restinga Sêca está apto para assumir a presidência da entidade

A Famurs realizou nesta terça-feira (7/6) a eleição para ratificar os nomes dos indicados pelos partidos políticos que irão integrar a presidência durante a gestão 2022/2023. Com 252 votos, o prefeito de Restinga Sêca, Paulinho Salerno, foi oficialmente eleito como próximo presidente da entidade.

Na ocasião, foram contabilizados 255 votos, sendo que brancos e nulos soram três pontos. A posse da nova diretoria acontece no dia 21 de junho, durante a programação do 40º Congresso de Municípios do RS. O prefeito de Restinga Sêca foi escolhido pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) para presidir a Federação até junho de 2023, com votos de prefeitos e vice-prefeitos do partido.

“Vamos trabalhar juntos para vencer e superar os desafios que irão se apresentar neste período. Mas tenho certeza de que com a união de todos nos vamos avançar. Espero contar com a colaboração de todos para fazer o melhor trabalho possível frente à entidade, sabendo das responsabilidades, representatividade e importância da Famurs, além de tudo o que ela representa para os 497 municípios gaúchos”, salientou Salerno.

O futuro presidente da entidade afirmou que quer ter uma gestão participativa, capaz de ouvir a sociedade e as administrações municipais, além de compartilhar com a Casa o formato de trabalho colaborativo que traz do seu município.

Paulinho Salerno substituirá o atual presidente, Eduardo Bonotto (PP), também prefeito de São Borja. Sua indicação obedece a um acordo firmado entre os partidos com mais prefeitos no estado. Estabelecido em 2005, o acerto determina o rodízio de legendas na direção da entidade entre 2021 e 2024. Como o MDB foi o segundo partido com maior número de prefeitos eleitos no RS em 2020, obteve o direito de escolher o presidente da Famurs em 2022. Os próximos partidos a indicarem um nome para direção da entidade são o PDT e o PTB.

 

Perfil

Paulinho Salerno, 38 anos, é natural de Restinga Sêca, município localizado na região da Quarta Colônia. Ele é engenheiro agrônomo e bacharel em Direito; foi reeleito prefeito com quase 77% dos votos; já presidiu a Associação dos Municípios do Centro do Estado (Amcentro) e o Consórcio Intermunicipal da Região Centro do RS (CIRC). Iniciou sua trajetória política como vereador, de 2005 a 2008, e antes de assumir o cargo máximo do Executivo Municipal, atuou como vice-prefeito, entre 2009 e 2012. Salerno é pai de dois filhos, Augusto e Isadora, e casado com Naiane Araújo Dotto.

Durante a gestão Eduardo Bonotto, Salerno presidiu a Câmara Temática de Inovação, liderando importantes ações, como o desenvolvimento de uma cooperação técnica entre Famurs e o Instituto Caldeira; contribuiu com a realização do I Seminário de Comunicação; liderou a realização do Pré-South Summit Brasil; colaborou na aplicação de políticas de inovação para as prefeituras gaúchas; e aproximou a Federação de diversas universidades. Salerno também liderou a criação da primeira cartilha com o mapa da inovação no Rio Grande do Sul, contribuindo com a radiografia de oportunidades e empregos gerados pelos hubs de inovação, um trabalho desenvolvido em conjunto com a Frente Parlamentar de Inovação da Assembleia Legislativa.

 

Conselho Administrativo – Gestão 2022/2023

Presidente

  • Paulo Ricardo Salerno (MDB) / Restinga Sêca

Vice-presidentes

  • João Rudinei Sehnem (MDB) / Boa Vista do Buricá – Amufron
  • Marcelo Soares Reinaldo (PDT) / Guaíba – Granpal
  • Sergio Antonio Lasch (PTB) / Lagoa dos Três Cantos – Amaja
  • Mário Augusto de Freire Gonçalves (PP) / Dom Pedrito – Assudoeste
  • Carlos Alberto Bohn (PSDB) / Mato Leitão – Amvarp
  • Evandro Massing (PT) / Palmeira das Missões – Amzop
  • Gilson Adriano Becker (PSB) / Vera Cruz – Amvarp

 Por Ellen Renner/Assessoria de Imprensa da Famurs