Horário sem programação!

Clima

Onda de calor extremo atinge RS, mas Climatempo descarta 50°C

  • 09/01/2022 - 20:40
Onda de calor extremo atinge RS, mas Climatempo descarta 50°C

Os gaúchos devem se preparar para uma semana de muito sol e calor intenso. A atuação de um bloqueio atmosférico vai impedir que novas frentes frias avancem pelo estado. Além disso, o estado vai enfrentar uma onda de calor atípica até mesmo para o Verão, com temperaturas bastante elevadas, que podem até mesmo ultrapassar a marca dos 40°C. 

Conforme a Climatempo, o que costuma trazer um refresco do calor no verão é a passagem de frentes frias com suas massas polares. Porém, nesta semana, com a atuação de um bloqueio atmosférico, a tendência é que as frentes frias fiquem bloqueadas de avançar pelo estado. Na terça-feira (11 de janeiro), uma frente fria até se aproxima, na altura do Uruguai, mas logo é desviada para alto-mar. A posição da circulação dos ventos em altitude impede que os sistemas meteorológicos se desloquem. Por isso, a onda de calor persiste no Sul, enquanto as chuvas não param no Sudeste.

O calor ficará acima do padrão para o mês de janeiro por vários dias seguidos. Nas regiões Fronteira Oeste e Noroeste, as temperaturas vão se aproximar de 42/43°C em alguns municípios. O que já seria um um novo recordo para o Estado. De acordo com a meteorologista Estael Sias, da Metsul Meteorologia, as maiores temperaturas máximas oficiais registradas no RS foram de 42,6ºC em 1917 (Alegrete) e em 1943 (Jaguarão), ambos verões de forte estiagem como 2022. 

No entanto, a Climatempo descarta a chance de ocorrer recorde de calor de 50°C, como havia sido indicado por um modelo matemático de meteorologia dos Estados Unidos.

Esse calor intenso tende a predominar até o próximo fim de semana. O pico do calor deve ocorrer na sexta e no sábado. 

Conforme a MetSul, o calor mais intenso será registrado em grande parte da Argentina com marcas extremas. Será um evento de calor incomum com temperatura muitíssimo acima da climatologia normal de janeiro com máximas até 10ºC a 15ºC acima das médias históricas. O que modelos discrepam ainda é sobre a quanto pode chegar a temperatura. A tendência, pela análise da MetSul, é de marcas de até 45ºC a 47ºC nos locais mais quentes da Argentina.

 

 

Fonte: Com informações da Climatempo e MetSul Meteorologia