Ouça agora

SABADÃO

com JEFERSON PERCOSKI

Política

Governo lança plano de investimentos de R$ 1,2 bilhão para obras e qualificação do ensino no RS

  • 14/10/2021 - 20:01
Governo lança plano de investimentos de R$ 1,2 bilhão para obras e qualificação do ensino no RS
Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite apresentou, nesta quinta-feira (14/10), o Avançar na Educação, programa de investimentos para melhorar a qualidade da educação pública gaúcha. O programa contempla um plano de investimentos de R$ 1,2 bilhão na educação estadual até 2022, em obras de melhorias de infraestrutura física e tecnológica nas escolas da rede estadual, capacitação de profissionais e qualificação de programas como o Novo Ensino Médio, reestruturação curricular do Ensino Médio, revisão dos cursos da Educação Profissional, entre outros.

- É um investimento que será aplicado de forma planejada, organizada e direcionada, a partir de diretrizes claras e transparentes determinadas pela Secretaria Estadual da Educação, que orienta a aplicação dos recursos. Ou seja, sabemos onde queremos ir e agora tem vento para nos levar - completou o governador.

Os R$ 180 milhões em bolsas de estudo serão pagos a alunos de Ensino Médio de escolas estaduais que estejam em situação de vulnerabilidade. O valor da bolsa ainda não foi anunciado, mas o pagamento, segundo a Secretária Estadual da Educação (Seduc), começará ainda em 2021. 

O programa também prevê o pagamento de 29 mil bolsas de aperfeiçoamento a professores.

O Avançar na Educação também pretende aprimorar os resultados obtidos por meio de indicadores de aprendizagem e dar continuidade ao Programa Aprende Mais, com foco na recuperação e aceleração do ensino. Para isso, o governo conta com a colaboração da iniciativa privada e do terceiro setor.

Outra novidade do Avançar é o Agiliza RS, projeto que prevê o repasse extraordinário de R$ 228 milhões para a autonomia financeira das escolas de educação básica e profissional. Com o dinheiro em caixa, as próprias equipes diretivas das escolas poderão conduzir pequenos reparos, como troca de telhas, manutenção de rede elétrica, além de reformas em prédios.

As instituições que estão com a infraestrutura em dia poderão usar o recurso para outras melhorias e investimentos com o repasse extraordinário, como a construção do Espaço Maker, anunciado por César Diniz, diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Vereador José Adão de Assis Barbosa, de Camaquã.

Uma outra estratégia do programa Avançar na Educação envolve a criação das 56 chamadas “escola padrão” da rede estadual. Essas instituições receberão uma reformulação de seus espaços, adquirindo internet de alta velocidade e conectividade, salas de leitura e recursos, acessibilidade, e a padronização de espaços de convivência, como áreas esportivas, refeitórios, salas de professores, cozinha etc.

Entre as escolas, 52 foram selecionadas a partir do Índice de Infraestrutura das Escolas calculado pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE/SPGG), três são escolas indígenas (uma caingangue, uma guarani e uma xoclengue) e ainda há uma quilombola.

 

Fonte: Redação