Ouça agora

EXPRESSO 94

com JOTA MORAES

Esportes

Grêmio cede empate para o América-MG e segue na penúltima colocação do Brasileirão

Tricolor teve novo esquema, saiu na frente, mas tropeçou mais uma vez na Arena

  • 24/07/2021 - 18:59
Grêmio cede empate para o América-MG e segue na penúltima colocação do Brasileirão
Lauro Alves / Agência RBS

Depois na queda na Sul-Americana para a LDU, o Grêmio voltou a decepcionar na Arena. Na tarde deste sábado (24), o Tricolor teve uma atuação ruim e acabou apenas empatando por 1 a 1 com o América-MG. Os dois gols da partida foram marcados na primeira etapa. Guilherme Guedes abriu o placar, enquanto Felipe Azevedo igualou para os mineiros.

Com o resultado, o Grêmio segue na vice-lanterna do Brasileirão. O jogo desta tarde ainda deixou preocupações, pois Diego Souza, Douglas Costa e Guilherme Guedes foram substituídos após sentirem dores musculares e viram dúvidas para o confronto com o Vitória, na terça-feira (27), em Salvador, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Sem poder contar com Geromel e Kannemann, o técnico Luiz Felipe Scolari escalou os três zagueiros disponíveis para iniciar contra o América-MG: Ruan, Paulo Miranda e Rodrigues. Com a nova formação, Jean Pyerre e Léo Pereira deixaram o time, que teve o retorno de Douglas Costa ao setor ofensivo. O Tricolor mal havia se acomodado em campo quando Diego Souza tentou uma arrancada e sentiu dor na perna direita. Com 4 minutos, Felipão precisou mexer na equipe com a entrada de Ricardinho no lugar de seu artilheiro.

O Grêmio reagiu rápido à perda de Diego Souza e balançou as redes dois minutos depois em jogada na qual aproveitou a formação com três zagueiros para seus laterais avançarem. Vanderson arrancou pela direita e cruzou rasteiro uma bola que atravessou a área até Guilherme Guedes aparecer para concluir: 1 a 0.

Com a vantagem, o Tricolor repetiu o que havia feito contra a LDU, na Sul-Americana, e recuou sua marcação. É verdade que a equipe até criou situações a partir de transições rápidas, principalmente com iniciativas de Vanderson. Uma delas foi um lance parecido com o do gol, quando o cruzamento da direita encontrou Douglas Costa no lado aposto da área, mas o camisa 10 finalizou para fora.

O América encontrava situações para finalizar. Chrigor levou perigo duas vezes em cabeçadas enquanto Juninho bateu uma falta que obrigou Gabriel Chapecó a fazer uma difícil defesa. O time mineiro já tinha oito chutes a gol quando alcançou o empate aos 30 minutos. A jogada iniciou pela direita e chegou a Felipe Azevedo, que dividiu com Ruan e contou com a sorte para ficar com a sobra. Paulo Miranda foi lento na cobertura e o jogador mineiro tocou na saída de Chapecó para igualar o placar: 1 a 1.

Depois de sofrer o empate, o Grêmio adotou uma postura digna de um jogo na Arena. Ocupando o campo de ataque, o Tricolor teve duas grandes chances para voltar a ficar a ficar em vantagem. A principal delas foi com Alisson, que acertou o travessão após cruzamento de Guilherme Guedes. Ricardinho ainda fez Matheus Cavichioli trabalhar em chute da entrada da área em jogada originada por mais uma arrancada de Vanderson.

A volta do segundo tempo mostrou um América corajoso para atacar o Grêmio na Arena. O Coelho teve duas finalizações logo nos primeiros minutos e não deixou o time de Felipão sair do seu campo.

Até pelo pouco tempo de treinamento com o novo esquema de jogo, o Tricolor mostrou falta de coordenação na saída de bola. Em muitos momentos, Bobsin e Fernando Henrique se posicionavam muito recuados, o que os deixava  distantes dos homens de frente. Com inferioridade numérica no setor ofensivo, Douglas Costa, Alisson e Ricardinho eram facilmente contidos pelos defensores mineiros.  

Diante da dificuldade para ameaçar Matheus Cavichioli, Felipão fez duas mudanças aos 16. Bobsin e Douglas Costa, com dores musculares, saíram para entradas de Darlan e Jean Pyerre. 

Jean Pyerre teve uma boa participação ao lançar Guilherme Guedes, que cruzou para Ricardinho finalizar mal e perder uma boa chance. O lateral-esquerdo, porém, foi outro a sentir dores e precisou sair após esse lance. Felipão aproveitou e mexeu nas duas laterais sacando também Vanderson. Rafinha e Diogo Barbosa entraram aos 25.

As trocas deram maior fôlego ao Grêmio, que conseguiu, pelo menos, ocupar o campo de ataque na reta final do jogo mesmo que tenha  seguido mostrando pouca organização coletiva. Aos 33, o criticado Alisson fez uma bela jogada. Ele tabelou com Ricardinho e chutou cruzado para defesa de  Matheus Cavichioli. O Tricolor ainda teve uma grande chance nos minutos finais, mas Ricardinho não aproveitou o belo passe de Darlan e falhou na tentativa de driblar Cavichioli. O placar ficou mesmo em 1 a 1 e o Grêmio chegou ao sétimo jogo sem vitória na Arena.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH