Ouça agora

MANHÃ SHOW

com ALEXANDRE DE SOUZA

Geral

Profissionais de Três de Maio alertam sobre como prevenir abuso sexual infantil

  • 18/05/2021 - 10:54
Profissionais de Três de Maio alertam sobre como prevenir abuso sexual infantil

Há exatos 48 anos, a pequena Araceli desapareceu em Vitória, no Espírito Santo. Só foi encontrada seis dias depois. Espancada, estuprada, drogada e morta. Seu corpo foi desfigurado com ácido. Os suspeitos foram absolvidos e o crime, arquivado. A data do assassinato ficou marcada e, no ano 2000, foi instituído o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, lembrado hoje (18/05).

O assassinato brutal de Araceli é apenas a faceta de um crime que acontece diariamente dentro dos lares. Nem todos terão esses requintes de crueldade e nem todos serão cometidos por psicopatas ou pessoas fora da lei. A maioria deles vai ocorrer com quem já tem a confiança da criança.

Para fazer uma reflexão sobre a importância da data e da prevenção deste tipo de crime, a Rádio Colonial recebeu nesta manhã a coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social de Três de Maio, Ana Mella; a Assistente Social do Creas, Bianca Schardong; a psicóloga do centro Naira Didoné; e, a coordenadora do Conselho Tutelar local, Ivete Pandolfo.

Conforme elas, “infelizmente o abusador, ele está dentro de casa ou frequenta a casa ou faz parte do núcleo familiar em que aquele menor convive. As profissionais explicaram também que não existe um perfil único de abusador, o abusador pode ser até mesmo aquela pessoa que mais agrada as crianças justamente para conquistar a confiança delas.”

Disseram que é preciso estar atento as mudanças repentinas de comportamento das crianças. Além disso, elas afirmaram que por preconceito é comum pensar que os abusos infantis acontecem somente entre as famílias mais pobres, mas a realidade é bem diferente.

A presidente do Conselho Tutelar Ivete Pandolfo disse que está impressionada com o aumento de casos de violação dos direitos de crianças e adolescentes em geral em Três de Maio. Segundo ela, somente em abril foram registrados 193 atendimentos. Nos primeiros três meses de 2021 juntos haviam sido registrados 298 casos. Para tentar reduzir este índice que envergonha Três de Maio o conselho lançou uma campanha para incentivar as denúncias de crimes contra as crianças praticados no município. As informações podem ser repassadas sob sigilo absoluto pelo telefone do conselho 3535 1725 ou o plantão 24h por dia 9 9926 8055.

- Por fim, as profissionais que participaram da entrevista afirmaram que Três de Maio dispõe de uma rede de proteção preparada e capaz de lidar com diversos graus de abusos e exploração sexual de meninos e meninas.

Fonte: Redação