Ouça agora

ALVORADA MUSICAL

com PAULO MARQUES

Saúde

Região Noroeste será a primeira a implantar sistema unificado de marcação de consultas

  • 29/04/2021 - 10:19
  • Atualizado 29/04/2021 - 10:22
Região Noroeste será a primeira a implantar sistema unificado de marcação de consultas
Secretaria Estadual da Saúde

A região formada pelas 9ª Coordenadoria Regional de Saúde de Cruz Alta, 14ª Coordenadoria de Santa Rosa e 17ª de Ijuí será a primeira do Estado a implantar o sistema unificado de marcação de consultas (Gercon), que pretende trazer mais transparência e equidade nas filas de espera para consultas com especialistas pelo Sistema Único de Saúde (SUS). 

Para alinhar o início do funcionamento do sistema em cada local em que ele deverá ser utilizado (tanto pelos solicitantes das consultas, quanto pelos prestadores de serviços), gestores estaduais e coordenadores regionais realizaram videoconferência nesta quarta-feira (28/04). 

Até junho, o Gercon deverá estar em pleno funcionamento na região. Em maio, os profissionais que trabalharão com o sistema receberão capacitação.

- A implantação do Gercon significa uma mudança de paradigma na regulação do sistema - afirmou o diretor do Departamento de Regulação Estadual, Eduardo Elsade.

- Cada especialidade terá uma fila única de pacientes em espera. A prioridade será atender, na medida do possível, cada pessoa o mais próximo de sua residência, o que permitirá descentralizar a oferta de consultas de Porto Alegre. Hoje quase todas as especialidades que não são ofertadas em uma determinada região são encaminhadas para a capital”, explicou Elsade.

Todas as consultas agendadas no serviço público de saúde deverão estar devidamente cadastradas no Gercon, o que tornará a marcação das consultas um processo mais justo, transparente, ágil, resolutivo e equânime, como determinam as leis do SUS.

- Sairá de um mero agendamento para uma regulação de fato, beneficiando os casos prioritários na classificação de risco - acrescentou a diretora do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial, Lisiane Fagundes.

Até o próximo ano, todas as regiões deverão migrar as informações de fila de espera para consultas especializadas para este sistema, inclusive os municípios que fazem a gestão de seus próprios serviços de saúde (gestão plena).

O sistema de gerenciamento de marcação de consultas especializadas está em funcionamento em Porto Alegre e foi criado pela Companhia de Processamento de Dados do Município de Porto Alegre (Procempa). O governo do Estado também está implantando o Sistema de Gerenciamento de Internações (Gerint), que permite uma qualificação na busca por vagas a partir de um mapa de ocupação dos leitos em tempo real.

Fonte: Redação