Horário sem programação!

Política

Corso diz que pesquisa que avalia serviços públicos é importante para a administração

  • 19/06/2022 - 21:42
  • Atualizado 19/06/2022 - 22:33
Corso diz que pesquisa que avalia serviços públicos é importante para a administração

Com um ano e seis meses de governo, a gestão do prefeito Marcos Corso (PP) e do vice Josias Correa (Republicanos) contratou uma empresa para mapear a percepção que os três-maienses têm da qualidade dos serviços prestados pela Prefeitura. O objetivo é verificar onde estão as deficiências e apontar onde devem ser aplicados os recursos públicos.

Por ser pago com recursos do tesouro punicipal, o resultado do levantamento terá de ser divulgado em consonância ao artigo 37 da Constituição Federal, o qual estabelece o princípio da publicidade em todos os níveis de governo. A pesquisa está orçada no valor de R$ 16,5 mil. As entrevistas estão sendo realizadas por telefone.

Em entrevista aos comunicadores Ana Cristina Dockhorn e Alexandrede Souza da Rádio Colonial, o prefeito Marcos Corso explicou que uma gestão pública que busca ser mais profissional e eficiente possível necessita de ferramentas adequadas para avaliar o nível de satisfação dos munícipes. Além disso, Corso diz que a pesquisa serve para aperfeiçoar o planejamento estratégico da gestão pública ao identificar as principais demandas apontadas pela comunidade em relação a melhorias e investimentos.

- Para trazer uma visão mais empresarial à administração pública precisamos saber as demans são mais necessárias e aquilo que já está dando certo também, É preferível investir numa pesquisa bem feita para decidir em que área você vai alojar R$ 500 mil. Claro que temos o nosso plano de governo, ele é a mola mestra da administração. Mas as coisas podem ser modificadas, rearranjadas. Queremos entender melhor onde devem ser aplicados os recursos, onde estão os problemas - explicou o mandatário.

Corso disse ainda que a Prefeitura está participando da mentoria da Rede de Governança Brasil, criada pelo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Augusto Nardes e do Modelo de Excelência em Gestão do Ministério da Economia saber se os recursos públicos estão sendo bem empregados de acordo com o interesse da população.

Em recente manifestação no plenário da Câmara de Vereadores, o vereador Alexandre Ott (PT) questionou o valor da pesquisa e a contratação da empresa sem licitação.