Ouça agora

MANHÃ SHOW

com ALEXANDRE DE SOUZA

Saúde

Lacen/RS confirma dois casos de dengue em Três de Maio

  • 21/03/2022 - 16:48
Lacen/RS confirma dois casos de dengue em Três de Maio
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Três de Maio

A Prefeitura de Três de Maio anunciou que dois casos de dengue foram confirmados no município pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/RS). No momento, outros 13 exames estão em análise pelo Lacen e dois casos suspeitos da oença aguardam o período para coleta de material, conforme orientações da 14ª Coordenadoria Regional de Saúde.

A secretária municipaol da Saúde, Jacira Taborda, informa que os agentes de Combate a Endemias e os Agentes Comunitários de Saúde estão realizando ações de conscientização sobre a dengue nos bairros do município, a fim de alertar a comunidade sobre a situação crítica em que Três de Maio se encontra.
Jacira salienta que o apoio da comunidade é fundamental para evitar uma possível epidemia.

- Com a previsão de chuvas para esta semana a situação em Três de Maio pode se agravar, por isso, precisamos que cada munícipe vistorie seu pátio e descarte recipientes que possam servir de criadouro para o Aedes aegypti - enfatiza.

Infestação em 87% das cidades gaúchas

O Rio Grande do Sul possui neste momento 433 municípios considerados infestado pelo Aedes aegypti. É o maior número de cidades nessa situação na série histórica do monitoramento, realizado desde 2000. Os dados constam no Informativo Epidemiológico de Arboviroses (doenças transmitidas por mosquitos) da Secretaria da Saúde (SES) divulgado na última semana.

O expressivo número de casos e a larga distribuição do inseto pelo Rio Grande do Sul levam a SES a reforçar junto a população as medidas de prevenção. A principal ação é a eliminação de locais com água parada, que servem de pontos para o desenvolvimento das larvas do mosquito. Essa proliferação acontece em maior volume nesta época do ano, que alia temperaturas altas com chuvas mais recorrentes.

Sobre o Aedes

Aedes aegypti tem em média menos de 1 centímetro de tamanho, é escuro e com riscos brancos nas patas, cabeça e corpo. O mosquito costuma ter sua circulação intensificada no verão, em virtude da combinação da temperatura mais quente e chuvas. Para se reproduzir, ele precisa de locais com água parada. Por isso, o cuidado para evitar a sua proliferação busca eliminar esses possíveis criadouros, impedindo o nascimento do mosquito.

Saiba como eliminar o mosquito em casa

Os depósitos preferencias para os ovos são recipientes domiciliares com água parada ou até na parede destes, mesmo quando secos. Os principais exemplos são pneus, latas, vidros, cacos de garrafa, pratos de vasos, caixas d'água ou outros reservatórios mal tampados, entre outros.

Entre as medidas preventivas que em casa a pessoa pode fazer estão:

- Manter tampada a caixa d’água, assim como tonéis ou latões que estejam expostos à chuva

- Guardar pneus velhos sob abrigos

- Não acumular água em vasos de plantas ou nos pratos onde ficam (cobrir com areia)

- Manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises

- Colocar embalagens de vidro, plástico ou lata em lixeira fechada

- Manter a piscina tratada o ano inteiro

Fonte: Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de T