Ouça agora

SABADÃO

com JEFERSON PERCOSKI

Polícia

Ataque a prefeito de Palmitinho foi motivado por contrariedade à medição de terreno em loteamento, diz polícia

Mulher de 35 anos teria reclamado da presença de funcionários da prefeitura no local onde mora e, após discussão, esfaqueou o prefeito Caetano Albarello

  • 22/11/2021 - 15:10
Ataque a prefeito de Palmitinho foi motivado por contrariedade à medição de terreno em loteamento, diz polícia
Prefeito foi transferido do hospital de Palmitinho para Tenente Portela - Carlos Braga / Grupo Chiru/Divulgação

A Polícia Civil investiga a respeito da tentativa de homicídio sofrida pelo prefeito de Palmitinho, Caetano Albarello, 76 anos, dentro da prefeitura na manhã desta segunda-feira (22). Conforme a Polícia Civil, o motivo que levou a mulher, de 35 anos, a desferir várias facadas contra o chefe do Executivo municipal da região norte do RS teria sido a contrariedade pela medição do terreno onde vive em um loteamento.

A delegada responsável pelo caso, Cristiane Van Riel Santos, ouviu alguns dos funcionários da prefeitura que relataram o ocorrido no local. Segundo as testemunhas, a mulher já havia discutido mais cedo com servidores que foram até o loteamento no qual ela reside para fazer as medições dos terrenos, com objetivo de regularizar o espaço.

Ela mostrou contrariedade com a presença dos funcionários e não permitiu que o seu terreno fosse medido.

— Conforme o que apuramos até o momento, depois do ocorrido no loteamento, ela foi até a prefeitura. Lá, iniciou uma discussão com o prefeito, houve uma luta corporal e a mulher acabou desferindo várias facadas no prefeito. Nas imagens, podemos ver que ela acerta, pelos menos, dois golpes na região do abdômen — afirmou a delegada.

A Polícia Civil quer saber se a mulher agiu sozinha ou se mais pessoas participaram, ainda que indiretamente, do crime. A agressora foi presa em flagrante e será encaminhada para o presídio de Frederico Westphalen.

Albarello segue internado no Hospital Santo Antônio, em Tenente Portela, e o quadro de saúde é estável.

Postado por Pualo Marques

Fonte: GZH