Ouça agora

SÁBADO EM FESTA

com JEVERSON MARTINS

Geral

Livro de ex-apresentador da Rádio Colonial conta a história da família Foletto

  • 11/11/2021 - 21:47
  • Atualizado 11/11/2021 - 23:04
Livro de ex-apresentador da Rádio Colonial conta a história da família Foletto

Uma das milhares de famílias italianas que se estabeleceram no Rio Grande do Sul em finais do século 19, os Foletto agora tem a história documentada em um livro. De autoria do advogado aposentado e ex-apresentador do programa Radiojornalismo e ex-gerente da Rádio Colonial, Honorato Foletto, a narrativa literária começa em 1870, quando a Itália vivia uma turbulência muito grande com constantes invasões de seus território por outros povos.

Não apenas a população da Itália, mas de toda a Europa de um modo geral estava afundada na miséria no século XIX. A transição entre um modelo de produção feudal para um sistema capitalista afetou diretamente as condições sociais no continente europeu. As terras ficaram concentradas nas mãos de poucos proprietários, havia altas taxas de impostos sobre a propriedade, fazendo o pequeno proprietário se endividar com empréstimos. Nestas circunstâncias, muitos italianos, que passavam extremas dificuldades até mesmo para se alimentar, deixarem o país em busca de melhores condições de vida.

Honorato contou em entrevista à Rádio Colonial que começou a organizar o livro há aproximadamente 20 anos, mas não dava continuidade, escrevendo-o aos poucos. No entanto, com a pandemia de Covid-19 percebeu que era o momento de fazer a obra deslanchar. Ele foi duas vezes a Itália para pesquisar os registros oficiais do governo relativos a imigração da família para o Brasil. Além disso, contou com um tradutor tendo em vista que alguns documentos foram preenchidos em latim.

Além dos fatos históricos acerca da família comprovados na pesquisa junto ao governo italiano e a Igreja Católica, Honorato disse que uma parte do livro é ficcional, porém baseada em relatos de historiadores com o objetivo de ilustrar as dificuldades que os primeiros Foletto enfrentaram em sua aventura transoceânica.

- O livro é para consumo interno da nossa família. Dificilmente alguém de fora vai se interessar pela história – explica.

Recentemente, ele reuniu a família para apresentar o livro.

Os Foletto

A primeira família Foletto desembarcou do navio Iniziativa no dia 13 de novembro de 1881 e buscou terras no Ribeirão do Aquiles. No ano seguinte, outra família, também Foletto, embarcou no navio Berlim, veio para o Brasil e adquiriu lotes no Vale Vêneto.

Essas localidades pertenciam à Quarta Colônia de Imigração Italiana e hoje compõem o município de São João do Polêsine, distante 40 quilômetros de Santa Maria. As duas famílias Foletto vieram da província de Vicenza, na região do Vêneto, na Itália.

Onorato Foletto nasceu em Saregono dia 26 de janeiro de 1869 e chegou ao Brasil em 13 de novembro de 1881. O imigrante casou-se com Elizabetta Nogara, em 27 de agosto de 1888, na Igreja de Santo Antônio de Pádua, em Silveira Martins. Dessa união nasceram 12 filhos.

Fonte: Redação