Ouça agora

SABADÃO

com JEFERSON PERCOSKI

Polícia

Polícia Civil prende presidente da Câmara de Canela e secretário de Obras em investigação sobre suposto desvio de verbas

Interventor do Hospital de Caridade também foi detido preventivamente

  • 08/11/2021 - 08:27
Polícia Civil prende presidente da Câmara de Canela e secretário de Obras em investigação sobre suposto desvio de verbas
Mandados foram cumpridos na Câmara de Vereadores - Leonardo Lopes / Agencia RBS

A Polícia Civil deflagrou uma operação no início da manhã desta segunda-feira (7) que investiga suspeitas sobre desvio de recursos públicos, corrupção e lavagem de dinheiro em Canela, na serra gaúcha. São cumpridas 176 ordens judiciais em seis municípios do RS e duas em Santa Catarina.

Os principais alvos são o presidente da Câmara de Vereadores de Canela, Alberi Gavani Dias (MDB), o secretário municipal de Obras, Luis Claudio da Silva, e o interventor do Hospital de Caridade, Vilmar da Silva dos Santos. A Justiça autorizou a prisão preventiva dos três.  

Além disso, foram afastados de maneira cautelar o secretário municipal de Turismo, Angelo Sanches Thurler, o subsecretário de Obras, Osmar José Zangalli Bonetti, e Denis Roberto de O. de Souza, funcionário contratado como cargo em comissão na pasta de Obras. 

Segundo a Polícia Civil, uma investigação iniciada em abril encontrou indícios de uma rede de corrupção para lavagem de dinheiro. Entre as práticas, estariam suspeitas de falsificação de documentos, crimes em licitação, ocultação de bens, desvio de materiais de construção adquiridos para reforma do Hospital de Caridade, canalização de verbas, orçamentos fraudulentos em licitações e rachadinha.

A Justiça também determinou a alienação de 11 veículos e o bloqueio de contas. A Operação Caritas mobiliza 175 policiais. 

A reportagem busca o contraponto dos alvos da operação.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH