Ouça agora

SABADÃO

com JEFERSON PERCOSKI

Geral

Velório de Marília Mendonça ocorre à tarde em ginásio de Goiânia

Assessoria informa que fãs poderão se despedir da cantora entre 13h e 16h

  • 06/11/2021 - 07:36
Velório de Marília Mendonça ocorre à tarde em ginásio de Goiânia
Redes Sociais

O velório da cantora Marília Mendonça ocorre entre 13h e 16h deste sábado (6) no Ginásio Goiânia Arena, em Goiás. De acordo com comunicado da assessoria de imprensa, o corpo será velado junto com o do tio, Abicieli Silveira Dias, que era empresário da artista e também estava no avião que caiu no interior de Minas Gerais e vitimou outras três pessoas.

A previsão inicial é de que 100 mil pessoas passem pelo local. Após os fãs se despedirem de Marília, um cortejo deixará o ginásio em direção ao Cemitério Memorial Parque, onde o sepultamento será reservado para familiares. 

O local, que fica ao lado do Estádio Serra Dourada, foi oferecido pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, que decretou três dias de luto oficial no Estado.


O acidente
 A queda da aeronave ocorreu perto de uma cachoeira na região da serra de Caratinga, no interior do Estado, por volta das 15h. Entre as vítimas, além de Marília e do tio, estavam o produtor Henrique Ribeiro, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior e o copilto  Tarciso Pessoa Viana.  

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) disse que aeronave atingiu um cabo de uma torre de distribuição da empresa antes do acidente. As informações confirmam relatos de pilotos que sobrevoaram a região e de testemunhas de que o avião "rasgou" os fios de alta tensão ligados a uma torre próxima ao local. 

O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão vinculado à Força Aérea Brasileira (FAB), divulgou nota informando que investigará o acidente.  De acordo com o órgão, na ação, o grupo identifica indícios, fotografa cenas, retira partes da aeronave para análise, ouve relatos de testemunhas, reúne documentos, com o objetivo de prevenir que novos acidentes com características semelhantes ocorram. Não há tempo previsto para a atividade ocorrer, e o Cenipa afirma que a conclusão das investigações terá "o menor prazo possível". 

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave era um PEC Táxi Aéreo, modelo C90A e fabricada em 1984. Sua situação de aeronavegabilidade (condições para voo) é "normal" e o certificado foi emitido ainda em agosto do ano passado.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH