Ouça agora

ALVORADA MUSICAL

com PAULO MARQUES

Polícia

Força-tarefa realiza mais de mil fiscalizações e resgata sete vítimas de exploração sexual no RS

  • 28/05/2021 - 20:53
Força-tarefa realiza mais de mil fiscalizações e resgata sete vítimas de exploração sexual no RS
Grégori Bert /Secretaria da Segurança Pública

A força-tarefa integrada deflagrada na quinta-feira (27/05) resgatou sete vítimas de exploração sexual no Rio Grande do Sul, sendo cinco menores de 18 anos, além de efetuar duas prisões. Com participação de instituições da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e da União e apoio do Ministério Público Estadual e do Poder Judiciário, a ofensiva estava prevista inicialmente para ocorrer em nove municípios, mas outros dez se uniram à mobilização no curso das atividades. No total, foram realizadas 1.014 fiscalizações e abordagens.

Entre efetivos da Brigada Militar (BM), da Polícia Civil (PC), do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), além do apoio de órgãos municipais, houve mobilização de 249 agentes e 92 viaturas para os trabalhos. Foram fiscalizados 108 locais, sendo dois interditados, e 232 veículos, com abordagens de um total de 674 pessoas.

As vítimas menores de idade foram localizadas em pontos utilizados para a prática de exploração sexual em Candelária (1), Viamão (2) e Gravataí (2) e encaminhadas para os procedimentos de acolhimento pela rede de proteção, que incluem o atendimento por Conselhos Tutelares municipais e realizações de perícias de lesão corporal, auto de constatação de violência sexual e avaliação psicológica, conforme cada caso.

Em Porto Alegre, houve o resgate de mais duas vítimas, que a verificação realizada na Divisão Especial da Criança e do Adolescente (Deca) da Polícia Civil confirmou se tratarem de adultas e com registro de cumprimento de prisão domiciliar. Nesses dois casos, foi confeccionado boletim de ocorrência para verificação pelo Poder Judiciário se a situação configura descumprimento da determinação.

As prisões ocorreram em Candelária, da proprietária de um estabelecimento onde uma das pessoas menor de 18 anos foi encontrada, e em Estrela, de outra mulher detida com porções de crack. Nos outros pontos em que ocorreu resgate, os responsáveis pelos locais não foram encontrados no momento da abordagem, mas haverá sequência da apuração.

Fonte: Carlos Ismael Moreira/Secretaria da Segurança Pública