Ouça agora

ALVORADA MUSICAL

com PAULO MARQUES

Esportes

Grêmio perde novamente para o Independiente del Valle e dá adeus à Libertadores

Tricolor saiu na frente, com Jean Pyerre, mas teve Maicon expulso e sofreu virada no segundo tempo e agora jogará a Copa Sul-Americana

  • 14/04/2021 - 21:26
Grêmio perde novamente para o Independiente del Valle e dá adeus à Libertadores
Lauro Alves / Agencia RBS

O filme de Assunção se repetiu na Arena. Na noite desta quarta-feira (14), o Grêmio saiu na frente do Independiente del Valle, teve um homem expulso e acabou levando a virada. Com a derrota de 2 a 1, o Tricolor está eliminado da Libertadores de 2021. De volta após mais de um mês afastado do time, Jean Pyerre marcou o gol gremista e teve uma grande atuação, que só não foi superior a de Ortíz. O atacante argentino balançou as redes duas vezes e garantiu o triunfo do time equatoriano, que irá para o Grupo A, ao lado de Palmeiras, Defensa y Justicia e Universitario-PER.


Fora da Libertadores, o Tricolor vai disputar a Copa Sul-Americana, onde fará parte do Grupo H, que tem ainda Lanús, La Equidad-COL  e Aragua-VEN. A estreia vai ser diante dos colombianos já na próxima quinta-feira, na Arena. Antes, o Grêmio terá dois compromissos pelo Gauchão, contra Caxias, na sexta-feira, e Novo Hamburgo, no domingo.


Depois de perder em Assunção, o Grêmio contou com os retornos de Kannemann, Maicon e Jean Pyerre ao time para tentar a virada na Arena. Com Diogo Barbosa tendo sido o mais recente caso de covid-19, Cortez ganhou a vaga na lateral esquerda. Pepê foi novidade no banco de reservas. Com três jogadores importantes voltando de parada, o jogo exigia que o Tricolor desmanchasse cedo a vantagem do Independiente del Valle. A postura gremista foi agressiva desde os primeiros minutos.

O Del Valle até ameaçou aos cinco, quando Montenegro apareceu sozinho após cobrança de falta e chutou por cima do gol de Brenno. O Tricolor respondeu rápido. Aos 11, Ferreira cabeceou em escanteio e mandou raspando o travessão. Ferreira apareceu novamente aos 14, quando colocou a bolas para as redes, mas teve o gol anulado por impedimento.

A pressão gremista, que iniciava com uma marcação forte na saída de bola do adversário, deu resultado aos 21. Depois de um cruzamento de Alisson, a bola sobrou para Jean Pyerre. O camisa 10 fez um gol digno de craque, dominou com estilo e chutou no canto vencendo o goleiro Ramírez para colocar o Grêmio em vantagem no jogo e no confronto.

Quando fez o gol, o Tricolor tinha 66% de posse de bola e dominava a partida. Com 1 a 0, no entanto, o Del Valle mostrou uma postura corajosa e foi ao ataque deixando sua defesa exposta ao contra-ataque. O jogo passou a ter uma troca de golpes, com as duas equipes criando oportunidades. As mais claras foram do lado gaúcho. 

Aos 34, Jean Pyerre deu um passe na medida para Maicon, que parou na saída arrojada de Ramírez. Aos 37, Diego Souza lançou para Ferreira. O atacante passou pela marcação de Hurtado, chutou rasteiro, mas o goleiro equatoriano salvou com o pé esquerdo.

Do outro lado, o Del Valle conseguia progredir com bola dominada até perto da área gremista, mas encontrava dificuldade para as infiltrações. A equipe equatoriana teve 10 finalizações na primeira etapa, mas apenas uma havia ido no gol até os acréscimos.  Pois aos 47 minutos, Cortez levou um drible desconcertante e fez falta em Ortíz na entrada da área. O argentino cobrou com uma rara perfeição, no ângulo, sem chance para Brenno e empatou a partida.

O Grêmio voltou para o segundo tempo com o mesmo time, mas não conseguiu repetir a pressão do início da partida. Com seu toque de bola, o Del Valle controlou os primeiros minutos e Alexandre Mendes não demorou a mexer. Aos 9, Pepê entrou no lugar de um apagado Alisson. Aos 11, a primeira grande chance gremista. Novamente Jean Pyerre apareceu. Ele serviu Diego Souza, que deu uma cavadinha sobre Ramírez, mas a bola subiu demais e passou por cima do gol.

Quando o Tricolor havia melhorado na partida, Maicon cometeu um erro. Já amarelado, o camisa 8 deu uma entrada em Faravelli e acabou expulso aos 17 deixando o Grêmio com um homem a menos. Logo depois, Ortíz recebeu lançamento perfeito de Faravelli, dominou e finalizou sem chance para Brenno para virar o placar: 2 a 1.

Com 10 homens e claramente sem condições físicas e técnicas para buscar os três gols que precisava para obter a classificação, o Grêmio viu o caminho do tetra ser interrompido precocemente. Fica a vaga na Sul-Americana com um consolo, que no momento parece pouco para tamanha frustração.

Postado por Paulo Marques

Fonte: GZH